Laguna

Reunião define próximas etapas do PAC das Cidades Históricas

Publicado em 26/02/2015 às 11:57 - Atualizado em 26/02/2015 às 11:57

O andamento dos nove projetos de revitalização de prédios históricos de Laguna foram discutidos, um a um, por técnicos do Governo Municipal e Iphan nesta semana. 

Na sede do poder executivo, os profissionais detalharam a situação documental para início das obras dentro do PAC das Cidades Históricas, do Governo Federal. 

Laguna tem aproximadamente R$ 20 milhões para investir no centro histórico, divididos nos projetos de cabeamento subterrâneo da rua Raulino Horn, revitalização do Clube Congresso e Clube Blondin, também a recuperação da sede da banda Carlos Gomes, União Operária. Estão dentro dos recursos melhorias na Casa Candemil, Casa de Anita e a antiga Estação Ferroviária, no bairro Campo de Fora.

Segundo o prefeito Everaldo dos Santos a intenção é iniciar as obras “o mais rápido possível”.

O projeto da rua Raulino Horn, revitalização da via e cabeamento subterrâneo, está mais adiantado, aguardando apenas a permissão da Caixa Econômica para iniciar a obra. 

“Os outros projetos aguardam a liberação da coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília para dar início ao processo de licitação”, explicou. 

Os projetos estão sendo revisados. Segundo o Iphan, os técnicos observam detalhes e também orçamentos e planinhas, conforme necessário, novos documentos são solicitados pela coordenação do PAC na capital federal. 

A arquiteta chefe do escritório do Iphan em Laguna, Ana Paula Citadin, explica que os projetos da Casa Candemil, Casa de Anita e Estação Ferroviária foram desenvolvidos pelo Iphan, assim como, futuramente as obras.  

Participaram da reunião o prefeito Everaldo dos Santos, presidente da Fundação Lagunense de Cultura, Leonardo Pascoal; secretário de Planejamento e Administração, Oldacir Rech; secretária adjunta do Planejamento Urbano, Graziella Sitônio; procurador Leandro Schiefler; arquiteta chefe do Iphan, Ana Paula Citadin; arquiteto do Iphan de Laguna, Vladimir; arquiteto Fabiano Teixeira, do Iphan, do PAC das Cidades Históricos de Laguna e a superintendente do Iphan de Santa Catarina, Liliane Nizolli. 

 

Conheça os projetos: 

 

 1 - Requalificação Urbanística do Centro Histórico - 1ª Etapa – rua Raulino Horn e Largo do Rosário;

Projeto está sendo analisado pela Caixa Econômica, que solicitou alguns novos documentos, que deverão ser entregues, nos próximos dias, pelo Governo Municipal. 

A obra está orçada em R$ 8 milhões. A rua irá ganhar pavers e mobiliário urbano. Os veículos poderão passar pelo local, chamada de rua modelo pela arquitetura. Terá também cabeamento subterrâneo.

 

História: Principal rua do centro histórico, onde está localizado o Museu Histórico Anita Garibaldi e outros prédios tombados. Grande circulação de pedestres e veículos.

Raulino Júlio Adolfo Horn (Laguna, 1 de julho de 1849 — Florianópolis, 26 de setembro de 1927) foi um farmacêutico, jornalista e político brasileiro.

Filho do farmacêutico alemão Eduardo Amadeus Otto Horn, que imigrou para o Brasil em 1838, e de Claudina Bernardina de Oliveira Medeiros.

 

2 - Etapa final da restauração do casarão do Clube União Operária;

O projeto foi elaborado pelo Iphan, o tradicional clube vai receber ampliação da cozinha e outros espaços. Está sendo analisado pela coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília.

História: Foi fundado em 9 de fevereiro de 1903, foi construído para ser um local para encontros de descendentes afro-brasileiros.

 

3 - Restauração da Casa de Anita Garibaldi;

Prédio será totalmente restaurado, com conceito mais lúdico para atrair também os pequenos visitantes. O projeto para restauração do museu Casa de Anita, localizado ao lado da igreja matriz, foi elaborado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan). A proposta é enaltecer Anita Garibaldi como figura feminina, sua vida e história desde a infância. Um espaço lúdico foi preparado para as crianças. O projeto está sendo analisado pela coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília. 

História: Foi nessa casa que Anita Garibaldi se vestiu para o seu primeiro casamento, com o sapateiro Manoel Duarte de Aguiar, em 1835. Foi construída em 1711 e, atualmente, funciona como museu, com um acervo que lembra a trajetória de Anita e seu romance com Giuseppe Garibaldi. Guarda, além de móveis da época e utensílios pessoais, uma urna com a terra da sepultura da heroína e o mastro do navio “Seival”, uma das embarcações transportadas por Giuseppe Garibaldi desde o interior do Rio Grande do Sul tomada de Laguna. A edificação foi restaurada na década de 1970 e transformada em relicário histórico.

 

4 - Restauração do sobrado da Sociedade Musical Carlos Gomes;

O projeto está pronto, elaborado pela equipe da Secretaria de Planejamento. Já foi aprovado pelo Iphan. Município aguarda liberação da Caixa Econômica. A documentação está sendo analisado pela coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília. 

História: A sede da Sociedade Musical Carlos Gomes fica localizada na rua Fernando Machado, no centro histórico. Foi fundada em 08 de abril de 1882.

 

5 - Restauração da Casa Candemil;

Responsabilidade do projeto é do Iphan. O prédio abriga o arquivo público, será modernizado. O acervo recuperado, higienizado e digitalizado. O projeto vem analisado pela coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília. 

História: A Casa Candemil foi construída no final do século 19 com moldes de uma quinta portuguesa, com paredes de tijolos maciços. Em 1985 foi ocupada pela família Candemil. Com a desocupação, no final dos anos 80, a residência passou a sofrer um intenso processo de degradação.

Em 1997 os proprietários resolveram doar o imóvel ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) sendo transformado em arquivo que abriga centenas de documentos com mais de 150 anos.

 

6 - Restauração da antiga subestação de energia;

Está sendo elaborado o projeto de ampliação e melhorias do entorno do prédio, por arquitetos da Secretaria de Planejamento. O projeto está sendo verificado pela coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília. 

História: Antiga estação de energia construída na década de 50. Hoje abriga a Casa do Artesanato, na rua Voluntário Carpes. 

 

7 - Restauração do casarão da Sociedade Recreativa Clube Congresso;

O projeto arquitetônico está pronto. Aguarda liberação da Caixa Econômica. Está sendo analisado pela coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília. 

 

8 - Restauração da Antiga Estação Ferroviária;

Projeto é de responsabilidade do Iphan. O prédio da estação ferroviária, também o galpão serão revitalizados. No espaço deverá funcionar a Fundação Lagunense do Meio Ambiente. O galpão será destinado para ações educativas. O terreno será dividido e terá uso por iniciativa do Governo Municipal, uma parte deverá ser utilizada para a construção de uma creche. 

 

9 - Restauração do casarão do Clube Blondin.

Projeto concluído está na coordenação do PAC das Cidades Históricas, em Brasília. 

História: Com a denominação de “Clube Ginástico Blondin” (Blondin em homenagem a Charles Blondin, um francês equilibrista, que em cima de uma corda bamba atravessou as margens das Cataratas do Niágara) o Clube foi fundado em 15 de novembro de 1887. 

Em 1943, o Clube Blondin é transferido para um novo prédio próprio, ao lado da Matriz, onde está hoje situado.

Mais informações: 3644-1144 (Iphan)

 

-- 




Secretaria de Comunicação Social do Governo Municipal de Laguna

publish